Mídias sociais: aproximação e reencontro

    Por

    14 | Jun | 12

    A internet é capaz de aproximar e também de reaproximar pessoas. Isso porque, com a exposição dos perfis nas redes sociais, o sujeito se coloca mais acessível e passa a compartilhar uma parte de sua vida com o mundo virtual. Graças a essa nova realidade, pessoas com quem já convivemos e dividimos experiências, mas que acabaram se distanciando, podem nos ter novamente ao lado (mesmo que de forma parcial).

    No começo, tínhamos Orkut, MySpace, Friendster e Flickr. Agora, estamos no Facebook e no Twitter, além do Pinterest, do Google+ e muitos outros. Nessas redes, os graus de interação são os mais diversos e os laços são construídos (e podem ser resgatados) de variadas formas e intensidades. São  criados grupos e círculos de amizade, onde o que mais importa é estabelecer relações.

    O online encurta distâncias de forma virtualizada. Nesse sentido, as redes sociais têm reaproximado pessoas que já não se viam há tempos, ou que as mudanças da vida haviam separado. Quanto mais popular é uma rede, mais fácil é a promoção do reencontro: o reatar de amizades não depende apenas de adicionar um amigo. É preciso também tomar a iniciativa de puxar conversa e criar situações para que o contato ultrapasse o online e vá para a vida real.

    É o caso da Rebeca, uma de nossas beingers, e que viveu uma experiência de reencontro com amigos de infância ao atualizar o seu perfil. Foi assim que tudo aconteceu: depois de fazer o post “Qual a melhor parte da escola?”, do Engenhoca Parque, ela o compartilhou em seu perfil pessoal do Facebook citando algumas de suas antigas amigas, do tempo da escola. O que parecia normal, corriqueiro, surpreendeu ao mobilizar algumas dezenas de comentários que acabaram em um encontro, dessa vez ao vivo, poucos dias depois.

    Além dessa movimentação específica, vários de seus amigos foram se adicionando no Facebook, até que um deles tomou a iniciativa de criar um grupo fechado. Em pouco tempo, várias fotos analógicas foram digitalizadas e compartilhadas na timeline do grupo, em clima de “sessão nostalgia”. Foi criado um espaço onde experiências do presente começaram a ser divididas e lembranças do passado foram resgatadas.

    E você? Já viveu algo parecido? Conta o seu caso aqui nos comentários e divide com a gente a alegria que é poder reencontrar velhos amigos.

    Fonte: Gaz

    * * * * * 6 votos.


Comentário










* Campos obrigatórios

<< voltar à página inicial

  • 85 3402.3898


  • Rua Vicente Leite, 725 60170150 Meireles Fortaleza

© 2011    Being    todos os direitos reservados