Storytelling: a arte de contar histórias na área empresarial

    Por

    20 | Sep | 11

    Através de um desejo, de um insight mercadológico ou de um processo interno de inovação, novas empresas são criadas diariamente. Cada uma delas possui suas particularidades desde a sua criação. Hoje, o público não quer só comprar produtos, ele deseja “conversar” com as marcas. Saber suas histórias, desenvolvimento, bandeiras, etc. Nesse novo cenário é importante promover formas de engajar o cliente nas diversas mídias e envolvê-lo com os conceitos da marca em vários contextos. Sejam eles presenciais ou digitais. A predisposição de participação e repercussão espontânea da história das marcas favorece a técnica de Storytelling. Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre ela.

    O objetivo do uso de Storytelling para as organizações é exatamente reunir as histórias da empresa e contá-las para o público, de uma forma que cause comoção. Todas as pessoas, já foram acostumadas ao longo do tempo a ouvir histórias. E elas se perpetuam em nossas vidas exatamente pela cultura e pelo hábito dos mais velhos em realizar essas tarefas de narração. Hoje, com as facilidades de compartilhamento de conteúdo na internet, temos muitas possibilidades e plataformas para contar essas histórias no ambiente digital.

     

    Mas há uma diferença entre as estórias infantis e as histórias empresariais: diferentemente do modelo de contação de história para as crianças, onde a imaginação pode fluir sem, necessariamente, ter vínculo com a realidade, nas empresas acontece exatamente o contrário.

    A história bem contada conseguirá transmitir realmente o que aconteceu com aquela organização, desde o seu início até o seu desenvolvimento durante todos os anos de existência. É desta forma que começamos a criar mais vínculo com o público e deixamos de lado apenas a questão comercial da relação.

    E com o advento do uso destas informações via transmedia, ou seja, passando por vários canais de comunicação e mídia, é que a inteligência na contação destas histórias e a forma com que ela é envolvida nestes canais farão a diferença em relação aos concorrentes.

    Para entender e conhecer alguns cases, compartilhamos o vídeo abaixo de uma entrevista com o profissional Fernando Palácios autor do blog Storytellers.

    No último sábado, participei do evento #Manhacomatropa à convite da turma do Quartel Digital, para falar um pouco sobre Produção de Conteúdo Digital. Na ocasião, apresentei alguns conceitos e o novo cliente da Being, o Engenhoca Parque, que estamos trabalhando para se tornar um case de Storytelling. Confiram a apresentação:

    Deseja entender mais sobre o assunto? Confira os links abaixo:

    - Ótimo artigo sobre aspectos históricos e sociológicos do Storytelling: http://blog.aticascipione.com.br/eu-amo-educar/o-contar-historias-na-era-digital-digital

    Storytelling e transmídia: afinal, o que é e para que serve?

    Crédito da imagem: Sharing e O criativo Publicitário

    * * * * ½ 4 votos.


Comentários (1)

  • Sheron Neves says:

    Ótimo post Elias! Sou fã do Fernando Palácios, e fico feliz de ver que o tema do storytelling tem se proliferado e gerado interesse em um número maior de empresas.

    Tenho alguns textos publicados sobre o assunto também, e queria compartilhar contigo este em especial, onde o Mike Monello fala sobre o storytelling hiperconectado. Abraço!

    http://sher-meditationsinanemergency.blogspot.com.br/2012/01/storytelling-em-um-mundo-hiperconectado.html?m=1

  • Comentário










    * Campos obrigatórios

    << voltar à página inicial

    • 85 3402.3898


    • Rua Vicente Leite, 725 60170150 Meireles Fortaleza

    © 2011    Being    todos os direitos reservados