A grande arma do Marketing para crescer em mercados competitivos

    Por

    17 | Dec | 10

    Posicionamento

    Definir o que sua empresa quer ser, como ela quer ser vista e lembrada pelos clientes, estas resoluções nunca foram tão necessárias e verdadeiras no mundo dos negócios.

    Ter foco, ter um mercado-alvo bem definido, ter uma imagem conhecida e reconhecida, está ligado a um conceito forte e identificador, independente do tamanho da sua empresa, são estas as certezas que irão nortear os rumos estratégicos de seu negócio.


    Ter foco, ter um mercado-alvo bem definido, ter uma imagem conhecida e reconhecida, estar ligado a um conceito forte e identificador, seja sua empresa grande ou pequena, são estas as certezas que irão nortear os rumos estratégicos de seu negócio.

    A era dos produtos está perdendo força e a era do posicionamento e da credibilidade está ganhando espaço. Qualquer plano de marketing que não visualize este novo cenário está fadado ao fracasso. Se no fim dos anos 70, Al Ries já afirmava, em seu celebre livro, “Posicionamento: a batalha por sua mente” (2009), que a cabeça do consumidor estava entupida de informações e que um ser humano normal não conseguia processar tanta coisa, o que diria sobre a profusão de dados e conteúdos ao qual estamos expostos hoje em dia, na era da internet.

    O segredo é simples e cruel: seleção. Tudo o que não for relevante será esquecido, tudo o que não interessa verdadeiramente será apagado, só restando o que de fato faz sentido e está ligado aos gostos e preferências do indivíduo. Embora Ries tenha alertado sobre isto ainda nos anos 70, quase 40 anos depois, os planos de marketing e os planejamentos estratégicos ainda negligenciam esta verdade.

    Uma das coisas mais complicadas de explicar para as pessoas, em termos de marketing, é o conceito de posicionamento. Os diferenciais de mercado e a proposta de valor que vai separar uma empresa das demais concorrentes é um grande desafio para o nosso trabalho de consultoria.

    Geralmente quando estamos fazendo um planejamento estratégico ou um plano de marketing e chega o momento de definirmos o posicionamento da empresa o trabalho trava. Posicionamento é um conceito deveras subjetivo e, portanto sujeito a interpretações variadas.

    Nossa metodologia consiste em primeiro definir os diferenciais de mercado, para em seguida escrever o posicionamento, acreditamos ser mais fácil o entendimento das pessoas quando elas pensam segmentadamente. O problema é que é muito comum as empresas listarem uma série de diferenciais para qualificarem sua corporação, seis, sete e até dose adjetivos são citados. Pondero, discuto, mas é difícil para muita gente entender que a empresa será lembrada e reconhecida por uma, duas, no máximo três características de sua “personalidade”.

     

     

    A companhia área mais barata, o carro mais seguro, a melhor carne de sua cidade, o profissional mais experiente. Ser reconhecido por duas características fortes e que entregam valor ao cliente é um desafio enorme. Poucas empresas conseguem este destaque. Nosso grande desafio é diferenciar nossos clientes de seus concorrentes diretos.

    Alcançar este objetivo é uma arte.

    Existe pouca literatura sobre o tema e muitos planejamentos que simplesmente negligenciam o assunto, mas se sua empresa não tem um posicionamento definido, ela não tem nada, está solta, não tem uma identidade. Busque algo que sua empresa faz muito bem, que a diferencie dos outros players e que possa ser um valor para os clientes, sustente esta qualificação e você terá um posicionamento.

    Autor: Bosco Couto @boscocouto Sócio – Diretor da Being Marketing
    Texto publicado na Revista Público A – Edição 15 (Dezembro)

    Fontes:
    imagem 1 (Flickr)
    imagem 2 (Flickr)
    imagem3 (Google Imagens)

    * * * * * 2 votos.


Comentários (2)

  • [...] This post was mentioned on Twitter by Gráfica Sergio and BEING, Rebeca Freitas. Rebeca Freitas said: A grande arma do Marketing para crescer em mercados competitivos – Being Blog http://t.co/zLJsexn via @beingmkt [...]

  • Concordo demais Bosco,

    Posicionamento é tudo. Ao mesmo tempo é super complicado aplicar o conceito na prática. Porque teimamos em pensar “dentro do quadrado”, como se ainda estivéssemos na era do produto.

    Mesmo empresas reconhecidas por seus produtos inovadores como a Apple reconhecem que posicionamento é tudo. Afinal Apple = design e pronto. O resto é história!

    Parabéns pelo artigo =)

  • Comentário










    * Campos obrigatórios

    << voltar à página inicial

    • 85 3402.3898


    • Rua Vicente Leite, 725 60170150 Meireles Fortaleza

    © 2011    Being    todos os direitos reservados