Como a pirataria mudou o branding no mundo dos negócios

    Por

    03 | Feb | 11

    A pirataria mudou a predominância de marcas e produtos originais e ainda continuará transformando o branding das empresas durante vários anos. Isso pode ser explicado por dois aspectos: de um lado pelo aumento cada vez maior da pirataria de produtos no mercado e por outro a crescente aceitação destes produtos pelos consumidores.

    Classes até então distantes de marcas e produtos de alto valor agregado no mercado agora conseguem obtê-lo por um menor preço, garantindo o desejo aspiracional que qualquer pessoa tem na compra de um determinado objeto. E se o produto pirateado tem pouca diferença do original e o consumidor também percebe claramente isso, o fator crítico preponderante na hora de decidir a compra passa a ser, invariavelmente, o preço.

    A marca e a originalidade passam a ser um dos últimos quesitos de escolha.

    Mas a pirataria trouxe aspectos positivos para as empresas. Entre algumas, cito a agilidade e criatividade, tanto para os novos lançamentos de produtos quanto para o desenvolvimento dos atuais que estão no mercado, pois há uma coisa que o produto pirateado não consegue dar ao usuário: a experiência que ele tem ao consumir a sua marca. A moda é um exemplo disso. Quando a pirataria consegue copiar os idênticos modelos das grifes, a autenticidade é perdida e aí são lançados constantes e frenéticos exemplares na busca da diferenciação. Sem isso, a moda perde todo o seu valor.

    Por isso que as novas estratégias de marketing buscam a valorização da experiência do cliente principalmente com a marca e não somente com o produto. Se o consumidor acredita, valoriza e tem certeza do quanto são importantes determinadas marcas na sua experiência de consumo, estas certamente terão milhares de adeptos, independente do quanto sejam pirateadas ou barateadas.

    Não concordo com a pirataria, mas certamente ela continuará mudando o mundo dos negócios. E se as empresas evoluírem o suficiente para entender que podem criar e melhorar os seus produtos através das experiências com os seus clientes, estas estarão à frente destes mercados tão competitivos e cada vez mais iguais.

    Links interessantes que também tratam sobre pirataria:

    A moda e a pirataria como fenômenos de exclusão/inclusão social

    Google toma medidas contra pirataria

    Fonte da imagem 1: Flickr de Tom-B / Antes de utilizar esta imagem favor ler a Licença Creative Commons

    Fonte da imagem 2: Blog Cooltura de Moda

    * * * * ½ 2 votos.


Comentários (3)

  • [...] This post was mentioned on Twitter by Rebeca Freitas, Kamila Rabelo. Kamila Rabelo said: Como a pirataria mudou o branding no mundo dos negócios – Being Blog http://t.co/B3R1aS0 vía @beingmkt [...]

  • Andou lendo o livro “Admirável Marketing Novo”? Estou lendo e um dos capítulos trata exatamente desse assunto!

    Muito interessante essa discussão. Ainda mais quando já se fez pesquisa que mostrou que boa parte dos que compram algum produto pirata, comprariam no futuro o original caso gostassem dos resultados.

    Eu sempre usei Windows pirata, até o momento que passei a usar o original e me pareceu muito melhor. Mas foi através do pirata que “aprendi” a usar o programa.

  • [...] This post was mentioned on Twitter by João Bosco Couto, Débora Celly. Débora Celly said: Como a pirataria mudou o branding no mundo dos negócios – Being Blog http://t.co/Ur4oV7W via @beingmkt [...]

  • Comentário










    * Campos obrigatórios

    << voltar à página inicial

    • 85 3402.3898


    • Rua Vicente Leite, 725 60170150 Meireles Fortaleza

    © 2011    Being    todos os direitos reservados