Branded entertainment: entretenimento também é marketing. [Parte I]

    Por

    01 | Dec | 11

    Quando lemos e pesquisamos sobre marketing, vemos que gradativamente o modo tradicional de anunciar um produto ou uma marca abre espaço para novas formas de divulgação. O importante não é apenas mostrar um produto, é inserir o consumidor em uma experiência.

    O branded entertainment, ou branded content, é uma estratégia que vai além do tradicional “fazer o cliente lembrar de uma marca” (share of mind). O ideal agora é fidelizar o público-alvo através de experimentação, envolvendo-o em atividades criativas, divertidas e desafiadoras. O objetivo é chegar ao coração do consumidor (share of heart), conquistando-o de forma afetiva.

    Conteúdo em mídias sociais, advergames, ARGs (Alternative Reality Games, ou Jogos de Realidade Alternativa), product placement, vídeos interativos, vlogs, eventos, etc. Formatos para levar entretenimento ao público-alvo não faltam. Claro, sempre pensando em como a marca vai trabalhar esse relacionamento que se propõe ser de longo prazo.


    Para mostrar melhor  as possibilidades do branded entertainment, aqui vão alguns exemplos de estratégias usadas pelas marcas para divertir e ficar mais próximas de seus clientes.


    Mídias sociais

    Com a web 2.0 e a chegada das marcas nesse ambiente de interação, o relacionamento marca-consumidor se estreitou. Algumas marcas possuem um jeito de interagir com seus clientes de maneira extrovertida e divertida, como no caso do Twitter da loja de varejo Ponto Frio.

    Além de fonte de conteúdo institucional, as mídias sociais também servem como forma de entretenimento e informação.

    Advergames

    Os advergames são jogos que dão ao consumidor a possibilidade de interagir com elementos referentes a uma marca (mascotes, logos, produtos, etc.). O potencial de viralização de um advergame é alto, devido ao buzz gerado caso o jogo seja realmente interessante.

    Um bom exemplo é o Twist and Shoot, da Pepsi Twist, um mobile advergame para iOS e Android que utiliza como personagens os mascotes da marca.

    O clássico jogo Frogger, sucesso da década de 80 no qual o jogador controlava um sapo que procurava atravessar uma rua sem ser atropelado, serviu de base para a criação de um advergame vinculado à seguradora Allianz. No Live Frog, o sapo deve atravessar um trecho da Marginal Pinheiros, em São Paulo. As imagens dos carros são mostradas por câmeras em tempo real, e toda vez que o sapo é atropelado, o jogador recebe dicas de segurança da Allianz. A pontuação pode ser divulgada nas mídias sociais para todos os amigos verem.

    No próximo texto sobre branded entertainment, mostraremos outras estratégias de marketing relacionadas a essa forma divertida de conquistar clientes.

    Fontes:  1 | 2 | 3

    Imagens: Google

    * * * * * 4 votos.


Comentários (2)

  • [...] através de anúncios de TV e impressos, além de jogos (os chamados advergames, que já foram assunto aqui no blog da Being) e outras mídias que contavam histórias de maneira [...]

  • [...] através de anúncios de TV e impressos, além de jogos (os chamados advergames, que já foram assunto aqui no blog da Being) e outras mídias que contavam histórias de maneira [...]

  • Comentário










    * Campos obrigatórios

    << voltar à página inicial

    • 85 3402.3898


    • Rua Vicente Leite, 725 60170150 Meireles Fortaleza

    © 2011    Being    todos os direitos reservados